Você já ouviu falar em sinestesia das cores? Eu também nunca tinha ouvido falar até participar de um workshop a muitos anos atrás com Márcia Okida.

Ela nos colocou vendados em uma sala escura com uma música alta tocando, um perfume no ar e pacotinho de papel alumínio que embrulhava um alimento.

Pedindo para que os participantes degustassem todas estas sensações, do som, o sabor do alimento e o perfume, estando todos desprovidos da visão, nos questionou: qual a cor tem isto que estão sentindo?

Aquilo foi um boom na minha cabeça, por que de alguma forma eu sabia que aquelas sensações todas tinham uma cor predominante. E o mais impressionante é que a maioria dos participantes concordou dizendo que sim, se tratava daquela cor.

O teste se repetiu a cada nova cor, e cada uma delas, só ficava mais claro uma coisa: as cores tinham sabor, som e cheiro. 

Portanto “sinestesia das cores” é a relação e interconexão de planos sensoriais diferentes como o sabor, o cheiro e até o paladar com foco nas cores.

As cores também possuem relação a tipos de formas, texturas e o que é mais importante para nós agora, a sua ligação com as emoções e como isso pode nos ajudar a sintonizar o seu restaurante com o seu público e a sua proposta.

Queremos muito que você tenha inspiração e o conhecimento necessário para decidir a cor do seu Restaurante e que tudo esteja alinhado a sua proposta e ao seu sucesso.

Ver o seu sucesso é o que nos alimenta e inspira também! 

LEMBRE-SE! Compartilhe suas impressões e suas dúvidas ao final do post que iremos responder com todo carinho e dedicação que faz parte de todo o nosso processo aqui na Tambo!

Espero que curta a viagem colorida que lhe preparamos, aproveite:

A influência das cores no ramo alimentício

Em algum momento, todo empreendedor já quebrou a cabeça pensando em técnicas e estratégias para atrair seus fregueses e fazer com que se tornem clientes frequentes e fiéis, e isso é um fato!

Até porque o marketing é super importante e você jamais deve deixar ele de lado! 

Mas o que quero dizer é que as vezes deixamos passar em branco alguns detalhes que fazem toda a diferença, por exemplo:

Quando você pensou em abrir seu restaurante, chegou a pesquisar mais a fundo sobre a importância das cores em seu negócio? Ou se você é uma das pessoas que pretende abrir, já ouviu falar sobre o assunto?

Você talvez deva pensar que elas só servem para embelezar e chamar a atenção da sua marca, como no seu logotipo, decorações ou nos materiais impressos da sua empresa.

Porém, não é só nisso! As cores podem te ajudar de diversas outras maneiras que você nem imagina!

No seu restaurante, por exemplo, elas têm o poder de dizer qual o tipo de comida você serve, sem nem mesmo o cliente folhear o seu cardápio.

Se os tons de verde e marrom prevalecem nas paredes e na decoração, associamos que os pratos são voltados para uma culinária mais natural.

Mas, se as cores quentes como vermelho, laranja e amarelo prevalecem, (principalmente se usadas juntas) provavelmente seu restaurante deve servir fast-food, cores comuns nessas redes, viu só?

Além disso, as cores interferem no processo de escolha do ambiente que seus clientes desejam frequentar, e também o tempo que eles permanecem em seu estabelecimento.

Será que eles se sentem confortáveis, tranquilos e seguros? 

Saiba que essas sensações são importantes em locais de gêneros alimentícios, e a escolha certa das cores é um fator importantíssimo!

Duas pessoas comendo em restauranteDuas pessoas comendo em restaurante. Por Menuart

Ah, e não me refiro apenas as cores da parede, também as cores do cardápio, dos móveis, da decoração, iluminação… e por aí vai!

Agora você deve estar se perguntando: como posso usar as cores ao meu favor atraindo mais clientes e deixando-os confortáveis em meu restaurante? Calma que vamos te ajudar!

O poder da psicologia das cores 

O que pode te ajudar a melhorar o ambiente do seu restaurante se chama psicologia das cores, você sabe o que é?

A psicologia das cores nada mais é que um estudo sobre como o cérebro humano identifica e entende as cores, como elas influenciam as nossas emoções, sentimentos e desejos. 

Ela reconhece oito reações primárias nos seres humanos: medo, confiança, alegria, nojo, raiva, surpresa, curiosidade e tristeza, e cada uma delas é representada por uma cor. 

Roda das Emoções de Plutchik

Roda das Emoções de Plutchik. Por Neil Patel

Porém, vale ressaltar que a cor depende muito das experiências pessoais para ser traduzida em sentimentos específicos. Em seu livro “A Psicologia das Cores”, Eva Heller fala das inúmeras maneiras que as cores nos afetam:

“Cores e sentimentos não se combinam ao acaso, nem são uma questão de gosto individual - são vivências comuns que, desde a infância, foram ficando enraizadas em nossa linguagem e em nosso pensamento”

Por exemplo: o que lhe vem em mente quando pensa na cor verde? 

Eu particularmente imagino várias árvores, um gramado enorme e limpo de um parque… imagens que são agradáveis, amplas e que transmitem tranquilidade. 

Você provavelmente deve imaginar outras coisas como folhas, comidas, plantas, animais... e talvez até não tenha essas mesmas sensações.

Dessa forma, pelas cores ativarem emoções e as emoções definirem grande parte de nossas decisões, que elas são muito usadas pelos profissionais de marketing.

Isso porque além de melhorar o ambiente de trabalho e motivar os funcionários, elas também influenciam diretamente nas decisões de compra dos consumidores,

E isso é real! Segundo pesquisas divulgadas pela ferramenta Quick Sprout, as cores influenciam cerca de 85% das nossas decisões de compra.

Pesquisa We Do Logos

Pesquisa We Do Logos. Por Aline Furuta

Pesquisas como essas nos dão um choque de realidade e nos fazem refletir o quanto é importante pensar em todos os detalhes para surpreender o nosso público, não é? 

Pessoas comendo e rindo

Pessoas comendo e rindo. Por Shutterstock

Guia geral das cores e suas sensações

Costumamos pesquisar o significado das cores na virada do ano, não é mesmo? Porque acreditamos que teremos dinheiro se usarmos amarelo, por exemplo.

Não há nada comprovado que ficaremos ricos usando essa cor no réveillon, mas assim como vimos, há estudos que comprovam que as cores realmente transmitem determinadas sensações.

Então, qual sensação você pretende passar para o seu cliente?

Pensando nisso, fizemos um guia rápido e prático sobre as cores mais indicadas (e as nem tanto assim), para se usar em restaurantes, com as respectivas sensações que provavelmente mais despertam nos fregueses! 

Vermelho

Restaurante com parede e cadeiras vermelhasRestaurante com parede e cadeiras vermelhas. Por Servir com Requinte

Vamos começar pela cor mais usada em empresas de alimentos, o vermelho, cor do desejo e do impulso!

Também está atrelada ao amor, paixão, força, energia ou raiva.

No marketing, o motivo de ser tão usada é porque essa cor aumenta a frequência cardíaca, é chamativa e o olho humano se sente atraído:

“A cor provoca excitação, que está ligada à impulsividade, à falta de autocontrole e ao risco de comprar mais o que você precisa. Seu batimento cardíaco aumenta, sua respiração fica mais pesada e, antes que você perceba, você está de olho naquele drive-thru”, escreveu o site americano The Daily Meal.

Amarelo

Restaurante com parede amarelaRestaurante com parede amarela. Por VivaDecora

O amarelo é mais uma cor que em conjunto com o vermelho, desperta o apetite e é bastante usada nas redes de fast-food, como é o caso do McDonald’s.

Além dessa função, essa cor viva é bastante usada em vitrines, justamente para chamar a atenção dos consumidores. 

Está associada a irritação, mas, por outro lado, estimula o centro lógico do cérebro e transmite boas vibrações, felicidade, otimismo e alegria!

Laranja

Restaurante japonês com cadeiras e parede laranjaRestaurante japonês com cadeiras e parede laranja. Por Dabus Arquitetura

Se o vermelho e o amarelo são as principais cores do ramo alimentício, obviamente o laranja também será, já que é a mistura das duas! 

O laranja reflete o entusiasmo, alegria, criatividade e emoção. Também mostra calor e transmite confiança na marca.

Essa cor secundária é convidativa e vibrante, por isso, é considerada a cor que mais estimula compras impulsivas e reforça a sensação de recompensa, ideal para quem vende comida!

Azul

Restaurante Nau Frutos do MarRestaurante Nau Frutos do Mar. Por Galeria da Arquitetura

Segundo as pesquisas realizadas pela socióloga Eva Heller, azul é a cor preferida das pessoas, isso porque ela remete a cor do céu e do mar, transmitindo uma sensação de calmaria e paz.

Outro ponto curioso é que essa cor é bastante usada em embalagens de comidas congeladas, justamente por passarem a impressão que estão frias. 

Roxo

Restaurante de açaí em tons verde e roxoRestaurante de açaí em tons verde e roxo. Por Açaiteria Franquia

A cor roxa é a menos recomendada no meio alimentício, isso porque o nosso subconsciente associa a venenos e toxinas, o que faz induzir a perda do apetite.

Afinal ninguém terá apetite nesses casos, não é mesmo? 

Por outro lado, esta cor está associada ao luxo, sucesso, sabedoria, mistério e resolução de problemas. Então caso queira usá-la em seu restaurante, é bom ter cautela!

Verde

Restaurante Sopa da CidaRestaurante Sopa da Cida. Cliente Empório Tambo

O verde é tipicamente usado em restaurantes com um cardápio mais saudável ou focado na alimentação vegetariana.

Um exemplo é a rede de fast-food Subway, cuja cores da logo são verde e amarelo. O verde indica a sua alimentação mais saudável e o amarelo a urgência das redes de fast-food.

Quanto às sensações, todos nós já ouvimos falar que o verde é a cor da esperança ou que simboliza o dinheiro, mas, além disso, ele também transmite a sensação de conforto e relaxamento.

Branco e Cinza

Restaurante com parede branca e cinzaRestaurante com parede branca e cinza. Por Lifecooler

O branco pode ser usado para dar um toque especial em seu restaurante. Está ligado aos sentimentos positivos como leveza, paz e harmonia. Simboliza a pureza e a vontade de começar de novo.

Já o cinza simboliza neutralidade, elegância e respeito. Porém, em contrapartida, pode transmitir indecisão, melancolia e ausência de energia.

Preto

Restaurante Japonês Tokyo Sushi LoungeRestaurante Japonês Tokyo Sushi Lounge. Por Tripadvisor

É comum ser usado em restaurantes de sushis ou em bares com uma pegada mais underground, para passar uma impressão mais moderna. Porém, é importante cuidar e não abusar dessa cor, visto que seu exagero pode transmitir sensações variadas. 

Por exemplo, nos jovens passa a sensação de sofisticação, formalidade e poder, por isso é tão aderida por eles.

Por outro lado, as pessoas mais velhas tende a associar essa cor com o luto e a morte, transmitindo uma sensação de medo e tristeza.

Cores para fachada de restaurante

A fachada é o cartão de visita do restaurante. Ela pode tanto atrair quanto afastar os clientes que passam à sua frente, por isso a importância de mantê-la bem apresentável. 

É através dela que tomamos a decisão de entrar ou não no estabelecimento, já pensou se ela estiver suja e poluída? 

Lembre que a fachada é a primeira impressão que o cliente tem do seu negócio!

E sabemos que a primeira impressão é a que fica. Por ser um restaurante a higiene deve ser fundamental. “Se por fora está assim, imagina o que vamos encontrar lá dentro!” 

Um fator estético que faz muita diferença em uma fachada é a pintura e texturas. Elas chamam a atenção se estiver em dia, e se não estiver também. 

Parece que os estabelecimentos que estão com a pintura velha e áspera chamam mais atenção ainda, né? Mas é claro que por um lado negativo!

E como queremos chamar a atenção dos nossos clientes por fatores positivos, temos que além de caprichar, saber qual cor escolher de acordo com o efeito que queremos transmitir.

A cores quentes são as cores mais usadas em bares e restaurantes, isso porque chamam mais a atenção e dependendo da forma que são usadas e mescladas, dobram o apetite de quem já está com fome. 

Nada melhor que usar isso ao nosso favor na hora de escolher a cor da fachada!

A primeira e melhor opção é o laranja, justamente por ser uma cor convidativa e que desperta o lado compulsivo do cliente. Você também pode aproveitar o tom para usar no cartão de visitas ou na logomarca do seu negócio. 

Bar e Restaurante FridaBar e Restaurante Frida. Por Lorena Cavalcanti

O vermelho é uma cor bastante usada para quem deseja chamar a atenção do consumidor. Além disso, expressa urgência e estimula o apetite dos clientes, por isso as redes de fast-food usam e abusam dessa cor em suas fachadas.

Fachada do restaurante de fast-food KFC

Fachada do restaurante de fast-food KFC. Por Echo

E o amarelo, assim como o vermelho, também estimula a fome, prende a atenção e proporciona um ar alegre para o seu estabelecimento.

Restaurante e confeitariaRestaurante e confeitaria. Por Marcos Ermínio - Campo Grande News

Já as cores frias são um pouco menos comuns de serem usadas em bares e restaurantes, mas se usadas, normalmente passam a impressão de um ambiente mais sério, por isso são indicadas para restaurantes que pretendem atrair mais adultos.

A cor verde pode ser usada na fachada de restaurantes que prezam pela sustentabilidade, oferecem uma alimentação mais saudável ou que contemplam um cardápio vegetariano.

Restaurante BoaliRestaurante Boali. Por Diário do Comércio

Já a cor azul, por lembrar a água, nada melhor que usar em fachadas de restaurantes na beira d’água, de peixes e frutos do mar! 

Restaurante de frutos do mar em CuritibaRestaurante de frutos do mar em Curitiba. Por Restaurante Peixe Frito

Cores para paredes internas do restaurante

Lembra que mencionamos que as cores tem o poder de definir o tempo que os fregueses permanecem no seu estabelecimento?

Pois então! Determinadas cores usadas nas paredes internas tem esse efeito, juntamente com as outras sensações que elas despertam.

Ah, e cuidado com as decisões precipitadas! O importante é escolher cores que refletem as principais características do seu negócio.

Vai de você analisar e identificar a melhor cor de acordo com o seu tipo de restaurante e com o posicionamento da sua marca!

Cores quentes

A cores quentes passam uma sensação de aproximação, dando a impressão que o espaço é menor. Além disso, está comprovado que em ambientes com tons mais quentes há a sensação de que o tempo passa mais rápido.

As cores vermelho e amarelo podem definir essa sensação muito bem! Afinal, não é á toa que as redes de fast-food recorrem a esses tons tanto na cor do cardápio, bandejas, embalagens, uniformes e cadeiras. 

Você sabe o porquê? 

Muitas redes de fast-food pintam a parede do local de amarelo ou vermelho, pois a cor incita os clientes a comerem mais rápido e deixarem o estabelecimento.

Paredes nas cores vermelhas e amarelas. Mesas e cadeirasParedes nas cores vermelhas e amarelas. Mesas e cadeiras. Por Roof/Cliente Empório Tambo

É de propósito que os fast-foods queiram passar essa sensação para os consumidores, pois a rotatividade é importante para eles.

O motivo que faz com que os fregueses vão embora mais cedo é porque o vermelho e o amarelo em excesso incomoda a visão, gerando a sensação de cansaço e inquietação.

Uma boa estratégia usada por essas redes, já que você come rápido, e vai embora rápido também! 

Portanto, se seu restaurante não tem essa mesma intenção de movimentação de clientes como as redes de fast-food, é bom prestar atenção!

A combinação das duas cores também deve ser evitada para quem pretende dar um ar sofisticado para o restaurante, justamente por serem chamativas demais e lembrarem as famosas redes de comidas rápidas. 

Além do vermelho e amarelo, outra cor quente é o laranja. Essa cor passa a sensação oposta das citadas acima!

Seus tons podem passar a sensação de conforto e acolhimento visual, o que pode ajudar muito para manter os clientes a vontade e fazer com que permaneçam por mais tempo no ambiente.

Uma boa ideia é o uso da iluminação quente, puxando para o laranja. A comida passa a impressão de ser mais apetitosa sob uma luz quente alaranjada! 

Restaurantes com as paredes internas em tons quentesRestaurantes com as paredes internas em tons quentes. Por Leinad Reformas

Cores frias

Por outro lado, as cores frias são uma boa pedida para restaurantes que querem desviar a pressa dos clientes.

Isso porque essas cores transmitem seriedade, calmaria e tranquilidade, assim os clientes conseguem sentar e aproveitar mais o tempo ao invés de ir embora.

Tendo essas características, é comum serem usados em restaurantes à la carte.

Um bom exemplo dessas sensações é a cor verde, a qual tem um efeito calmante que alivia o stress e é uma boa ideia se for usada na parede interna do restaurante!

No caso do azul, ele limita e inibe o apetite, talvez seja porque é difícil de encontrarmos alimentos que possuem essa cor, assim não conseguimos fazer associações. 

Mas se usado com sabedoria nas paredes internas, podem trazer o mesmo efeito da cor verde, de calmaria e tranquilidade.

Já o roxo, é recomendável que seja usado em casos específicos, como sorveterias ou casas de açaí, pois é mais fácil de associar a cor a esses alimentos.

Então, se você pretende usar cor azul ou roxa em seu restaurante, a dica é: use com cautela e tente adicionar outros elementos para harmonizar! 

Restaurante de alimentos orgânicos

Restaurante de alimentos orgânicos. Por Contemporist

Cores neutras

Com a mesma função das cores frias, a paleta de cores neutras têm justamente a função de neutralizar e trazer um ar de calmaria. 

São bastante usadas em restaurantes tradicionais com um ambiente familiar.

Mas mesmo sendo neutras, elas devem ser usadas com cautela. O branco, por exemplo, pode ser usado com cores mais fortes, como o verde de um restaurante saudável, por exemplo.

Essa mesclagem é importante, já que o branco em excesso pode lembrar o ambiente de uma clínica ou hospital.

Já o cinza é uma cor que, dependendo do seu tom se adapta a tudo. É interessante que seja usado nos detalhes, pois em excesso transmite um ar de monotonia e indecisão.

E com o preto, é possível exibir um ambiente sofisticado, moderno e jovial, se usado com cautela, é claro! 

Ele pode destacar as cores vivas do espaço, mas, por outro lado, também pode deixar o ambiente escuro demais. É bom tomar cuidado!

Por fim, o marrom costuma ser usado em cafeterias, bistrôs e restaurantes com um estilo rústico, trazendo um ambiente natural e maduro para o ambiente. 

Consulte a opinião do seu arquiteto(a) e definam a melhor cor de acordo com a intenção e resultado que procuram!

Restaurante com paredes em tons neutrosRestaurante com paredes em tons neutros. Por Casacor Pernambuco - VivaDecora

Cores para o cardápio

Quando você pega o cardápio na mão, o que te chama a atenção primeiro? Provavelmente deve ser as cores e as ilustrações, certo?

Assim como nas paredes, no cardápio também é possível inserir a psicologia das cores.

Além das cores, através das ilustrações e da sequência em que os pratos e preços estão listados, é possível interferir no humor do cliente e estimular com que consumam e gastem mais.

O ideal é optar por cores que se encaixem com as características do seu restaurante e com as cores escolhidas na decoração. Por exemplo:

Uma boa opção são os tons quentes, seja nos detalhes ou não: vermelho, laranja e amarelo, que como vimos, essas cores chamam a atenção e estimulam o apetite, além de indicar uma tomada para ação. 

Ou então, se seu restaurante contempla uma comida natural e prevalecem os tons de verde e marrom na paleta, essas cores podem ser inseridas no cardápio para dar a sensação que a comida é realmente fresca, natural e saudável!

Reparou que até mesmo nos detalhes do cardápio é importante dar uma atenção? 

Se você quer saber mais sobre o assunto veja outro post nosso: Como fazer um cardápio provocante, certeiro e vendedor.

Cliente apontando para o cardápioCliente apontando para o cardápio. Por Loja Brazil

Cores para as mesas e cadeiras

Além de ter como principal foco o conforto e o design, as cores e o material que você utiliza no mobiliário possuem grande influência sobre a percepção que os clientes têm sobre o ambiente!

As cores das mesas e cadeiras para restaurante podem ser uma boa solução para quem deseja dar uma descontraída ou destacar certo ponto do restaurante.

Por exemplo, se as paredes do seu restaurante são puxadas para um tom mais neutro, por que não ousar em uma cor mais forte e viva nas mesas e cadeiras para dar um contraste?

Ou então, se as paredes forem de tons mais quentes, os detalhes em madeira pode ser uma boa jogada para dar aquela equilibrada, afinal, a madeira combina com praticamente tudo!

Outra ideia também é misturar modelos de cadeiras, mas sempre mantendo a coerência com o restante da decoração e também seguindo a proposta do restaurante!

Mesas e cadeiras em restauranteMesas e cadeiras em restaurante. Por Pexels

Conclusão

Você conseguiu perceber o quanto as cores são importantes no ambiente do restaurante e que elas possuem mais funções além de decorar e dar vida ao lugar!

Segundo a psicologia das cores, cada cor transmite certas sensações e emoções, e automaticamente influenciam os consumidores na hora da compra.

Viu só o motivo desse estudo ser tão aplicado por profissionais de marketing?

Certas cores expressam sensações diferentes uma das outras, e devem ser usadas de acordo com as características e propósitos do restaurante.

É claro que somente a aplicação correta das cores nas paredes e decorações não vai garantir o sucesso do seu restaurante, há um conjunto de fatores que devem ser levados em consideração para atrair a clientela.

Portanto, se você está montando o seu restaurante, ou pretende dar uma repaginada no espaço, já sabe quais cores usar de acordo com a sua proposta!

Espero que nossas dicas tenham sido úteis e te ajudem a ter sucesso no seu negócio! 

E aí, quais critérios levou em consideração na hora de pintar as paredes do seu restaurante? Conta pra gente nos comentários!